Sobre

 

A primeira edição do Dança in natura aconteceu em agosto de 2014 a partir da demanda de um grupo de dançarinos frequentadores do Espaço Corpo - Sesc Copacabana. Carol Pedalino havia dado uma oficina intitulada, “O corpo é a casa” para este grupo no ano anterior e estabeleceu-se uma vontade mutua de continuar a se encontrar para dançar e criar.

 

Dançarinos e artistas de outros cantos e nacionalidades vieram participar do Dança in natura contribuindo para o intercâmbio de ideias, partilhas sensíveis e encontros potentes que vieram a acontecer. Dasha Lavrennikov somou a equipe trazendo propostas dançantes enquanto Felipe Godoi ficou a cargo do video-arte. 

 

Foram 4 dias de ateliês de corpo, voz, ritmo e cena; fogueiras musicais, intervenções artísticas espontâneas e muito bem estar proporcionados pelo verde, o céu, as águas e as montanhas do Vale do Gamarra. 

 

O resultado criativo e afetivo do primeiro Dança in natura foi surpreendente. A natureza do lugar pareceu expandir o potencial de todos os participantes que demonstraram inteireza nos trabalhos de cena e nos modos de se relacionar, colaborar e compartilhar.

 

Na segunda edição exploramos ainda mais a relação corpo/natureza, nos apropriando do conceito de dança in situ. Improvisamos e compomos a partir do território geográfico que ocupamos, linhas geométricas em torno, cores, sons, o solo que pisamos, estruturas que tocamos, o acaso e outras noções de espaço e tempo.

 

Na edição 2016 recebemos a coreógrafa e bailarina Dani Lima para dirigir as composições coreográficas, improvisações e performances. Em parceria com Dani Lima, Carol Pedalino conduziu práticas de corpo e voz para cena e Leo Fernandes e Leandro Floresta estiveram no comando da música. Performances aconteceram in natura e Michel Schettert foi nosso homem video-arte, documentando e recortando a cena a partir de seu olhar sensível.

 

Na quarta edição exploramos mais o processo experimental de criação a partir das ferramentas que Dasha e Carol desenvolveram em sua parceria. Outros conceitos de comunidade e celebração fizeram parte desta história escrita por todos aqueles que entram nesta dança. Helena Cooper colaborou com lindas fotos-arte que podem ser vistas na nossa galeria. 

Na V edicão o Dança in Natura deu uma volta na montanha e foi parar no Vale do Matutu. Em parceria com a Oca Soma o projeto aconteceu em um espaço diferente trazendo novas paisagens e atmosferas para os processos artísticos. Esther Weitman ficou a frente da direção artística desta edição criando em colaboração com Carol Pedalino uma performance incrível apresentada para a comunidade do Matutu. Alegria total em forma de movimento em uma temporada de desenvolvimento artístico e aprimoramento do ser através da relação corpo/natureza.

Gestão e produção

Carol Pedalino

Artistas colaboradores

Carol Pedalino, Dasha Lavrennikov, Leo Fernandes, Leandro Floresta, Dani Lima, Esther Weitzman, Vera Peirão, Helena Cooper, Michel Schettert, Felipe Godoi. 

 

 

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now