DANÇA IN NATURA V EDIÇÃO

COM ESTHER WEITZMAN

 

CARTA CONVITE​

Caros moventes! 

Este ano estou especialmente contente de produzir o Dança in Natura, este encontro de dança que cultivei com muito carinho e a participação de muito colaboradores ao longo dos últimos cinco anos. Dois motivos me trazem grande entusiasmo e vontade de que comece o quanto antes esta festa na floresta.

 

Primeiro porque estou convidando minha querida amiga Esther Weitzman para a condução artística deste ano, tendo eu a oportunidade de colaborar com esta figura adorável, criativa e divertida que é a Esther.

Comecei minha carreira profissional com a Esther na sua companhia de dança há 17 anos atrás, onde aprendi e fiz muitos amigos. A Cia Esther Weitzman, é uma das principais do Rio de Janeiro, já recebeu muitos prêmios e no próximo ano comemora 25 anos de existência. Esther já andou muito por este país dirigindo, dançando e despertando seres dançantes de todos os tipos físicos, idades e histórias por aí. Ter a Esther no Dança in Natura é ter certeza de que o encontro será radiante.

 

O segundo motivo da minha alegria, é que este ano o Espaço Lua Branca está fazendo uma parceria com um espaço no vale vizinho, também dedicado à dança e à prática de despertar do ser. Pela primeira vez o Dança in Natura acontece em um outro local que não o Espaço Lua Branca, e é lindo pensar em um movimento artístico atravessando montanhas. Quem acolhe o Dança in Natura este ano é a Oca Soma, um espaço de energia e arquitetura incrível, que tem uma anfitriã mais do que especial. Vera Peirao é uma querida amiga, delicada e cuidadosa, que assim como eu do outro lado da montanha, fomenta a dança e as terapias do corpo em uma comunidade rural.

 

A Oca Soma fica no Matutu, um local habitado por nobres amigos, onde desde criança frequento, me sinto em paz e acolhida. Um lugar encantado das montanhas da Mantiqueira, com lindas cachoeiras, recantos e paisagens de tirar o fôlego. A produção do Dança in Natura está certamente tão em casa quanto no próprio Espaço Lua Branca, e os participantes podem ter certeza que terão uma experiência extraordinária neste lugar.

 

Ter a Esther e estar na Oca já são grandes motivos para minha felicidade de produzir este encontro. Mas ainda tem outras surpresas que não vejo a hora de compartilhar com todos os dançantes que vão estar nesta quinta edição do Dança in Natura. Você que ama a dança e a vida em celebração, chegue mais e esteja pronto para uma linda experiência na natureza.  

 

Até lá,

Carol

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now